Clonando um disco com o dd

Algumas vezes pode ser necessário efetuar uma cópia exata de um HD. Seja para algum tipo de análise ou para migrar um sistema para um disco novo.

Clone

O Linux possui um utilitário chamado dd que permite efetuar o clone de partições ou discos inteiros. Podem ser feitos clones de qualquer sistema operacional, não necessariamente do Linux.

Efetuar um clone é muito simples. Neste exemplo vou clonar um HD com Windows 7 para um disco novo. O disco atual é de 320GB e o novo é de 500GB. A única desvantagem é que o disco novo ficará com 320GB de capacidade.

Para isso irei usar o Ubuntu. Não é necessário instalar o sistema, apenas executá-lo. Obviamente é preciso que os dois discos estejam instalados. Depois de efetuar o boot pelo lice CD do Ubuntu, precisamos identificar os discos. Podemos executar o fdisk para isso:

A saída do comando irá listar os discos instalados e mostrará algo semelhante a isso:

Desta forma identificamos que o disco instalado em /dev/sda é o disco original de GB e o disco /dev/sdb é o disco que se tornará o clone.

O comando para efetuar o clone é o seguinte:

Explicando o comando:

  • dd – é o nome do comando;
  • if=/dev/hda – é o HD de origem;
  • conv= – opções da conversão;
  • noerror – instrui o dd a continuar a operação ignorando os erros de leitura. Por padrão o dd vai parar se encontrar um erro;
  • sync -  preenche os blocos com zero se ocorrerem erros de leitura. Assim fica mantido o sincronismo.

O processo pode ser bastante demorado. Neste exemplo o processo levou 5 horas. O sistema pode parecer travado, então para ver o progresso é preciso abrir outro terminal e executar o seguinte comando para ver o estado da cópia:

Terminado o processo o HD novo se tornará um clone do disco original. Poderemos então efetuar o boot do e usar o sistema normalmente.

Referências:

http://en.wikipedia.org/wiki/Dd_%28Unix%29

https://wiki.archlinux.org/index.php/disk_cloning#Cloning_an_entire_hard_disk

Dicas para quem vai construir

Construção

Gostaria de compartilhar algumas dicas com você está pensando em construir sua casa. Principalmente na questão burocrática. São necessários alguns documentos e você deve ficar atento para não ter problemas futuros. Não sou profissional da área. Quero apenas compartilhar a minha experiência.

Primeiramente gostaria de agradecer ao Eliel por responder minhas perguntas. Seu blog me ajudou muito. Para quem quiser conhecer segue o link: http://elielfernandes.wordpress.com

Se você já possuir o terreno para a construção, o próximo passo é solicitar à Prefeitura o alvará de construção. Dependendo da cidade os documentos podem variar, mas geralmente é solicitado o seguinte:

  • Inscrição imobiliária;
  • Projeto arquitetônico;
  • ART do projeto assinada pelo responsável;
  • O projeto de prevenção de incêndio aprovado pelos bombeiros (se não for uma residência unifamiliar).

Com o alvará de construção em mãos você deve efetuar o cadastro da CEI em http://www2.dataprev.gov.br/ceiweb/index.view

Exija da empreiteira ou pedreiro que você contratou as notas fiscais de serviço e os recibos da GFIP. Você vai precisar desses recibos quando concluir a obra.

Assim que você concluir a obra dirija-se a prefeitura e faça a requisição do habite-se. Com ele em mãos acesse o DISO WEB: http://www9.dataprev.gov.br/disointernet/login.xhtml

Nesse sistema você terá que informar a CEI cadastrada previamente. É esse sistema que vai gerar o valor do INSS a pagar. Não tem como fugir, a Receita vai te pegar de qualquer modo!

Se você usou concreto usinado na obra, poderá lançar as notas para abater o valor total do INSS a pagar. Neste momento você poderá também informar os valores que a empreiteira recolheu. O valor a ser pago pode assustar. Existe uma planilha que pode lhe ajudar a ter uma ideia do valor a ser pago. Veja aqui: http://www.neocortex.com.br/downloads/inss.xls

Então solicite à prefeitura o certificado de conclusão da obra para depois quitar a certidão negativa de débito (CND) na Receita Federal.

Feito isso você pode averbar a obra no registro de imóveis.

Não se esqueça de exigir nota fiscal de tudo o que comprar.

Lembrando que não tenho conhecimento algum sobre o assunto, apenas estou compartilhando a minha experiência. Espero ter ajudado!

Referências:

http://www.receita.fazenda.gov.br/previdencia/defaultcei.htm

https://prefeituradigital.joinville.sc.gov.br/servico/detalhe-17-Como+requerer+Alvar%C3%A1+de+Constru%C3%A7%C3%A3o.html

Smart TV – vídeos, fotos e músicas na sua televisão

Smart TV  é uma televisão que pode se conectar a Internet. Se você tem uma televisão com este recurso pode fazer ela exibir vídeos, fotos e músicas de seu PC.

Para que isso seja possível vamos usar o Universal Media Server disponível em: http://www.universalmediaserver.com/

UMS

Você também vai precisar do Java. No momento em que eu escrevo este post a versão mais atual do Java é a 8 e do UMS é a 4.2.0.

Instale o Java e depois o UMS. A executar o UMS pela primeira vez será exibido um assistente de configuração. Clique em sim para iniciar o assistente de configuração:

Wizard

O assistente vai perguntar se desejamos iniciar o UMS minimizado. Você pode escolher:

UMS

Como eu não sei se meu dispositivo suporta o áudio DTS eu respondi não na tela a seguir:

UMS

Agora você deve escolher qual o tipo de rede. Minha TV está conectada pela rede Wireless, mas fiz o teste com a rede cabeada e não notei diferença. Escolha a opção que melhor se adapta ao seu ambiente:

UMS

A última pergunta é sobre as opções avançadas. Não faz sentido escondê-las, então responda não:

UMS

Se você seguiu os passos o UMS será iniciado minizado. Procure pelo ícone na barra inferior.

Na sua TV inicie os recursos smart e você deve ver o UMS. Se sua TV não reconhecer o servidor verifique as configurações do firewall. O UMS usa as portas 5001 e 9001 TCP. Além disso pode ser necessário liberar o Java no firewall.

Se você fez tudo corretamente poderá ver em sua TV os vídeos, fotos e músicas que estão no seu computador.

Espero ter ajudado!

Referências:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Smart_TV

http://www.universalmediaserver.com/about/

Desenvolvimento Android – Preparando o ambiente

Android

Iniciei minha jornada de desenvolver para aplicativos Android e compartilho aqui as instruções para preparar o ambiente de desenvolvimento.

Precisamos do Android SDK que está disponível aqui:

http://developer.android.com/sdk/index.html#download

Depois de efetuado o download vamos efetuar a instalação. Descompacte o arquivo baixado em uma pasta de sua preferência. Eu descompactei em C:\Eclipse.

Feito isso vamos executar o Eclipse. Acesse a pasta C:\Eclipse\eclipse e execute o aplicativo eclipse.exe.

Você terá que escolher um diretório para a área de trabalho do Eclipse. Eu escolhi C:\Eclipse\Workspace:

Workspace

Por padrão o Android SDK não inclui nada que precisamos para desenvolver um aplicativo. Precisamos adicionar alguns pacotes para isso. Vamos abrir o SDK Manager clicando no ícone na barra de ferramentas:

SDK Manager

Será exibida a seguinte tela:

SDK Manager

Precisamos no mínimo dos seguintes pacotes:

  • Tools
    • Android SDK Tools
    • Android SDK Platform-tools
    • Android SDK Build-tools (última versão)
  • Android (última versão)
    • SDK Plataform
    • Uma imagem para emular, como ARM EABI v7a System Image
  • Extras
    • Android Support Repository
    • Android Support Library
    • Google Repository
    • Google Play services

Marque cada um dos pacotes na tela de seleção de pacotes:

SDK Manager

Depois de selecionados os pacotes leia, aceite as licenças e clique em Install.

O ambiente para desenvolver uma aplicação Android está instalado!

O próximo passo é iniciar o desenvolvimento de uma aplicação.

Referências:

http://developer.android.com/sdk/installing/adding-packages.html

Recuperar a senha do root no Linux

Se você perdeu a senha do root e tem acesso a máquina, este artigo vai lhe ajudar a recuperar o acesso ao Linux.

O procedimento foi testado no Debian 7, mas deve funcionar em qualquer distribuição que use o GRUB como gerenciador de boot.

O primeiro passo é efetuar o boot e na tela do GRUB apertar ‘e’ no teclado. A tela a seguir será exibida:

GRUB

Localize a linha que contém:

Altere para:

Aperte Crtl+X para iniciar o boot. Será  exibida a seguinte tela:

Root

Execute os seguintes comandos:

Procure pelo root e apague toda a linha, deixando somente os números:

Shadow

Shadow

Neste caso deve ficar assim:

Shadow

Deste modo nós removemos a senha do root. Aperte Ctrl+O e enter para salvar. Depois Ctrl+X para sair.

Execute então os seguintes comandos:

Reinicie o sistema pressionando Ctrl+Alt+Del. Após o servidor reiniciar, logue como root. Não será necessário informar a senha. Agora você poderá definir a nova senha com o comando:

Pronto! A senha do root foi atribuída!

Referências:

http://www.vivaolinux.com.br/dica/Recuperando-senha-de-root-no-Debian-Wheezy