Consumo de Internet no Windows 10

Assim que atualizei os computadores da rede para o Windows 10 comecei a enfrentar problemas com o consumo de banda. Durante longos períodos o consumo era absurdo. Então comecei a investigar e descobri que eu tinha mais que um problema.

O ambiente analisado era o seguinte:

  • Cerca de 30 computadores rodando Windows 10;
  • 2 links de Internet;
  • Windows Server 2012 com Windows Server Update Service (WSUS);
  • pfSense.

Notei que a maioria das máquinas conectavam ao endereço a seguir e efetuavam o download de quantidades absurdas de dados.

http://*.tlu.dl.delivery.mp.microsoft.com/

Pesquisando a respeito cheguei a esse artigo e compreendi que:

  • No Windows 10 1511, 50% dos computadores usaram o Delivery Optimization e 50% usaram o antigo BITS;
  • No Windows 10 1607, 100% dos computadores usaram o Delivery Optimization.

O pfSense/Squid parecem não suportar o HTTP Range Request, conforme recomendação da Microsoft, por isso tentei fazer cache do Windows Updade, configurando o Squid assim:

acl windowsupdate dstdomain windowsupdate.microsoft.com
acl windowsupdate dstdomain .update.microsoft.com
acl windowsupdate dstdomain download.windowsupdate.com
acl windowsupdate dstdomain redir.metaservices.microsoft.com
acl windowsupdate dstdomain images.metaservices.microsoft.com
acl windowsupdate dstdomain c.microsoft.com
acl windowsupdate dstdomain www.download.windowsupdate.com
acl windowsupdate dstdomain wustat.windows.com
acl windowsupdate dstdomain crl.microsoft.com
acl windowsupdate dstdomain sls.microsoft.com
acl windowsupdate dstdomain productactivation.one.microsoft.com
acl windowsupdate dstdomain ntservicepack.microsoft.com

range_offset_limit 6 GB windowsupdate
maximum_object_size 6 GB
quick_abort_min -1

refresh_pattern -i microsoft.com/.*\.(cab|exe|ms[i|u|f]|[ap]sf|wm[v|a]|dat|zip) 4320 80% 43200 reload-into-ims

refresh_pattern -i windowsupdate.com/.*\.(cab|exe|ms[i|u|f]|[ap]sf|wm[v|a]|dat|zip) 4320 80% 43200 reload-into-ims

refresh_pattern -i windows.com/.*\.(cab|exe|ms[i|u|f]|[ap]sf|wm[v|a]|dat|zip) 4320 80% 43200 reload-into-ims

Marquei a opção Cache Dynamic Content em Local Cache no pfSense.

Mesmo usando o WSUS os computadores estavam conectando à Internet para baixar atualizações, porque estas máquinas estavam configuradas para usar o Microsoft Update ao invés do Windows Update. Portanto, o que esses computadores estavam fazendo era baixar atualizações do Windows Store App, que não é suportado pelo WSUS. Tive certeza disso quando monitorei o que estava sendo baixado. Por exemplo, uma atualização do Solitarie Collection (Paciência), tinha 227MB.

Assim, o que realmente resolveu o problema foi desativar a atualização automática dos apps do Windows Store. Fiz isso por GPO:

Policies, Administrative Templates, Windows Components, Store, Turn off Automatic Download and Install of Updates

Depois da GPO aplicada, ao acessar a loja vemos que as atualizações estão desativadas.

Pode ser necessário executar o comando wsreset.exe para que as atualizações em andamento sejam finalizadas.

Portanto, desativar as atualizações automáticas dos apps do Windows Store evita que os computadores da rede se conectem à Internet e efetuem grandes downloads.

Windows Store

Cancelar Oi Antivírus + Backup + Educa

Já fazia um tempo que na minha fatura aparecia uma cobrança de serviços digitais ANTIVIRUS + BACKUP + EDUCA no valor de R$ 14,90. Pesquisando um pouco encontrei mais gente com o mesmo problema. Uma das dicas foi de usar o serviço do site https://www.consumidor.gov.br. É um serviço do governo para resolver conflitos referentes ao consumo de serviços. Pois bem, efetuei o cadastro e fiz uma solicitação conforme o modelo abaixo. Em poucos dias essa cobrança foi cancelada.

Modelo de solicitação:

Venho por meio dessa solicitar o cancelamento dos serviços digitais ANTIVIRUS + BACKUP + EDUCA no valor de 14,90, visto que em nenhum momento solicitei tais serviços e nãos os utilizo, e em minhas tentativas de retirar esse valor pelos serviços pelas formas de contato disponibilizado pela empresa , venho por esse site reclamar esse abuso ao meu ver , necessitando agora o CANCELAMENTO dos serviços digitais ANTIVIRUS + BACKUP + EDUCA para futuras contas e o devolvimento dos pagamento efetuado anteriormente.

Referências

http://www.blogdothiago.com.br/v1/antivirus-backup-educa/

Como hospedar um site na Internet

Quando eu comentei com um colega que ia publicar este blog ele perguntou: ‘Como se faz um site?’ É isso que procuro explicar neste artigo.

Para ter um site publicado na Internet algumas coisas são necessárias:

  1. Registrar o domínio;
  2. Configurar um servidor ou contratar um serviço de hospedagem;
  3. Escrever a página ou usar um gerenciador de conteúdo.

1 – Registrar o domínio

Antes de registrar o domínio é preciso verificar se ele está disponível. Para isso acessamos o site https://registro.br/ e digitamos o nome do domínio que pretendemos registrar.

Registro.br

Se o domínio não estiver registrado você poderá efetuar o registro. Por padrão o registro custa R$ 30,00 e é válido por 1 ano. O processo é simples e rápido e você pode pagar com cartão de crédito ou boleto.

2 – Servidor

Você pode configurar seu próprio servidor ou contratar um serviço. Manter um servidor próprio pode ser muito caro e complicado, porque será necessário manter o servidor ligado o tempo todo. Configurar o servidor também pode ser difícil. Por isso hoje é mais fácil contratar um serviço de hospedagem. A melhor parte é que existem empresas que fornecem planos básicos de graça! Atualmente eu recomendo os serviços da Hostinger: http://www.hostinger.com.br/

Na Hostinger você pode hospedar seu site de graça e se preciso comprar mais recursos.

Uma lista com vários servidores de hospedagem pode ser vista aqui: http://www.free-webhosts.com

3 – Gerenciador de conteúdo

Para publicar uma página é preciso o conteúdo. Podemos escrever cada uma das páginas individualmente ou podemos usar um gerenciador de conteúdo. Para criar uma página ‘na unha’ você pode usar as seguintes linguagens (ou algumas delas em conjunto):

PHP – http://php.net/

HTML – http://www.w3schools.com/html/

Também é possível usar gerenciadores de conteúdo automatizados. Atualmente a lista de ferramentas disponíveis é bem grande. Aqui temos uma lista bem grande: Lista de CMS

Eu recomendo os seguintes CMS:

WordPress – https://wordpress.com

Drupal – https://www.drupal.org

É isso! Com as referências deste artigo você já será capaz de criar um domínio, escolher um serviço de hospedagem e gerenciar o conteúdo de seu site.

Smart TV – vídeos, fotos e músicas na sua televisão

Smart TV  é uma televisão que pode se conectar a Internet. Se você tem uma televisão com este recurso pode fazer ela exibir vídeos, fotos e músicas de seu PC.

Para que isso seja possível vamos usar o Universal Media Server disponível em: http://www.universalmediaserver.com/

UMS

Você também vai precisar do Java. No momento em que eu escrevo este post a versão mais atual do Java é a 8 e do UMS é a 4.2.0.

Instale o Java e depois o UMS. A executar o UMS pela primeira vez será exibido um assistente de configuração. Clique em sim para iniciar o assistente de configuração:

Wizard

O assistente vai perguntar se desejamos iniciar o UMS minimizado. Você pode escolher:

UMS

Como eu não sei se meu dispositivo suporta o áudio DTS eu respondi não na tela a seguir:

UMS

Agora você deve escolher qual o tipo de rede. Minha TV está conectada pela rede Wireless, mas fiz o teste com a rede cabeada e não notei diferença. Escolha a opção que melhor se adapta ao seu ambiente:

UMS

A última pergunta é sobre as opções avançadas. Não faz sentido escondê-las, então responda não:

UMS

Se você seguiu os passos o UMS será iniciado minizado. Procure pelo ícone na barra inferior.

Na sua TV inicie os recursos smart e você deve ver o UMS. Se sua TV não reconhecer o servidor verifique as configurações do firewall. O UMS usa as portas 5001 e 9001 TCP. Além disso pode ser necessário liberar o Java no firewall.

Se você fez tudo corretamente poderá ver em sua TV os vídeos, fotos e músicas que estão no seu computador.

Espero ter ajudado!

Referências:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Smart_TV

http://www.universalmediaserver.com/about/